WhatsApp

(83) 99681-8500

Empregada demitida que continuou usando telefone da empresa é condenada a ressarcir contas - PB Play

Geral

30/09/2017 às 07h34 - Atualizada em 02/10/2017 às 07h38

Empregada demitida que continuou usando telefone da empresa é condenada a ressarcir contas

Jefferson Santos
Campina Grande - PB

A Habilis Escola e Curso Ltda., de Campina Grande, acionou judicialmente uma ex-empregada para ver ressarcido os valores despendidos por ela, após sua demissão, pela utilização indevida de um telefone corporativo no período que sucedeu o desligamento da ex-funcionária.

Após sua demissão, em março de 2016, a funcionária, que possuía um telefone corporativo para realizar suas atividades durante o contrato de trabalho, passou a utilizar o número, sem anuência da empresa, para realizar chamadas particulares.

A situação perdurou até o mês de agosto daquele ano, tendo a ex-empregada, durante o período, realizado gastos que totalizaram a quantia de R$ 1.113,92 (mil cento e treze reais e noventa e dois centavos).

Acionada judicialmente, a empregada, em sua defesa, afirmou que já possuía o chip  e, por não querer perder o número, manteve a linha. Alegou, ainda, ser responsabilidade da empresa efetuar eventual cancelamento do plano.

Tramitando no 2ºJuizado Especial Cível de Campina Grande sob o nº 0821090.-78.2016.8.15.0001, a ação resultou em um acordo judicial, no qual a funcionária se comprometeu a efetuar o pagamento da quantia, com juros e correção, totalizando o montante de R$ 1.400,00 (mil e quatrocentos reais).

Fonte: Assessoria

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 337 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

MAIS LIDAS DO MÊS
PB Play
Editoriais
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
P3 host brasil